Abramede alerta sobre manejo de anticoagulação em pacientes com COVID-19

Com base em artigos e diretrizes, bem como na orientação de especialistas, a ABRAMEDE alerta que a terapia com anticoagulação plena ainda não está claramente estabelecida como recomendação literária para uso sistemático em pacientes infectados por COVID-19.

Tais pacientes são considerados de elevado risco associado a eventos trombóticos, levando em conta seu estado pró-inflamatório desenvolvido no decorrer do quadro da doença. A associação deste cenário à imobilização prolongada, hipoxemia, e inflamação sistêmica com “estresse endotelial”, justificam a base fisiopatológica da ocorrência acentuada de eventos tromboembólicos nesta população.

A Abramede salienta que os estudos serão atualizados continuamente à medida que mais evidências científicas estiverem disponíveis e serão disponibilizados aos profissionais da saúde

0Shares