ABRAMEDE e mais de 30 entidades se juntam pelo Dia Mundial da Segurança do Paciente

A Associação Brasileira de Medicina de Emergência - ABRAMEDE se une a outras 34 instituições - sociedades técnico-científicas, redes de profissionais de saúde, conselhos profissionais, conselhos de secretarias de saúde e demais instituições direta ou indiretamente relacionadas à Segurança do Paciente - para chamar a todos os brasileiros a aderirem e participarem do Dia Mundial pela Segurança do Paciente, celebrado no dia 17 de setembro.

A iniciativa é da Organização Mundial de Saúde (OMS). Neste ano de 2020, com a pandemia do SARS-CoV2 (novo coronavírus), a OMS lança uma campanha mundial com o tema “Segurança do trabalhador da saúde: uma prioridade para a segurança do paciente”, demonstrando a relação entre os dois, incluída na atenção hospitalar de emergência.

A segurança dos profissionais da saúde como tema do Dia Mundial da Segurança do Paciente 2020 ganha um significado que extrapola o cenário atual da pandemia, pois direciona a atenção para os desafios que eles enfrentam no dia a dia, como sobrecarga de trabalho, violência, discriminação, estresse mental e doenças ocupacionais. O suporte de gestores, lideranças e governos às medidas para promover a segurança dos profissionais é indispensável para assegurar o cuidado em todos os níveis e serviços de atenção à saúde.

O tema do Dia Mundial da Segurança do Paciente 2020 traz direcionamentos de ações para os estados-membros da OMS:

- Conciliar programas de segurança do trabalhador da saúde com os

programas de segurança do paciente;

- Implementar Programa Nacional de Saúde Ocupacional para os trabalhadores da saúde;

- Proteger os trabalhadores da saúde da violência e da discriminação;

- Melhorar o seu bem-estar mental e segurança psicológica;

- Proteger os trabalhadores da saúde de riscos físicos e biológicos iminentes nos ambientes de trabalho.

 

Junte-se a causa do Dia Mundial da Segurança do Paciente!

Leia a declaração na íntegra: https://abramede.com.br/wp-content/uploads/2020/10/Declaracao-conjunta_17set2020.pdf

 


ABRAMEDE apoia campanha do Dia Mundial da Sepse 

O dia 13 de setembro é lembrado como Dia Mundial da Sepse, uma condição grave que pode ocorrer a qualquer um. A sepse era conhecida como infecção generalizada, e é uma resposta inadequada do organismo a uma infecção, que pode causar diversos problemas. 

Por isso, a ABRAMEDE apoia e divulga informações sobre a sepse, junto à campanha “Pense: Pode Ser Sepse?”. É preciso conhecer o problema e saber como identificá-lo e tratá-lo! Divulgue para seus colegas e pacientes

Mais informações no site https://diamundialdasepse.com.br/


ABRAMEDE apoia curso para a população sobre controle de hemorragias

A ABRAMEDE apoia iniciativas inovadoras e educadoras, como o curso realizado no Espírito Santo que busca conscientizar toda a sociedade civil sobre como controlar uma hemorragia, situação que ameaça a vida de muitas pessoas todos os dias.

A Diretora do Comitê de Trauma Brasileiro e Coordenadora da Comissão Nacional de Trauma da ABRAMEDE, Cândice Rosito Mercio e Vasconcellos, ministrou um curso sobre o assunto para a Aliança Capixaba do Bem, que reúne diversas entidades da região. O curso foi voltado a dez profissionais de saúde, com Bombeiros, equipe do SAMU e professores universitários, inclusive, para que eles sejam multiplicadores do treinamento no Estado.

O Treinamento foi o STOP THE BLEED - SAVE A LIFE, curso com certificado internacional pelo Colégio Americano de Cirurgiões, voltado não só para profissionais de saúde, mas a toda a população. Durante 1 hora, foram revistos ensinamentos teóricos e práticos, sobre como controlar uma hemorragia e como fazer um empacotamento de ferida e usar um torniquete.


Inscrições para Prova de Título em Medicina de Emergência vão até 5 de outubro

 

As inscrições para a Prova de Título de Especialista em Medicina de Emergência vão até o próximo dia 5 de outubro. A Associação Brasileira de Medicina de Emergência (ABRAMEDE) confirmou a realização da prova de Título de Especialista em Medicina de Emergência neste ano, e a avaliação será aplicada no dia 5 de dezembro de 2020.

Os candidatos devem cumprir pré-requisitos previstos no edital atualizado, que pode ser conferido no site da ABRAMEDE, em http://abramede.com.br/edital-da-prova-de-titulo-2020/.

O passo a passo de como enviar documentos e realizar a inscrição também estão no site. A ABRAMEDE é a única Associação que pode titular os emergencistas no Brasil. Dúvidas deverão ser enviadas pelo e-mail titulo@abramede.com.br


Inscrições abertas para o 1º Summit ABRAMEDE

Os profissionais que atuam nas Emergências sabem como a gestão de tempo e agilidade são fundamentais para controlar os riscos e salvar a vida de pacientes.
Neste período de pandemia, em que todo o mundo busca formas de enfrentar o novo Coronavírus, mais do que nunca a atuação na Medicina de Emergência exige atualização constante e sintonia com os novos tempos.
Além disso, os profissionais Emergencistas e sua relevância estão em evidência, se mostrando indispensáveis por serem o canal de acesso dos pacientes, tanto no sistema público como privado.

Diante deste cenário, novas questões surgem: quais serão as perspectivas na assistência de enfermagem frente aos novos desafios? E na pediatria? Quais serão os diagnósticos diferenciais da Síndrome Inflamatória Multissistêmica?
Estas e outras questões serão abordadas no 1º Summit ABRAMEDE - Conectando Emergencistas, de 24 a 26 de setembro, com palestras e discussões multidisciplinares nas áreas de Medicina Adulto, Medicina Pediátrica, Enfermagem, Atendimento Pré-Hospitalar, Psicologia e Fisioterapia.

Para realizar a inscrição e conferir a programação completa do congresso online, acesse o link da bio através do link https://www.congressoabramede.org.br/summit.
Ao realizar uma única inscrição, você garante sua participação no Summit em setembro deste ano e no ABRAMEDE 2021 em abril.

O 1º Congresso Brasileiro de Medicina de Emergência online, Summit ABRAMEDE, vai conectar os Emergencistas de todo o mundo para atualizar conhecimentos e consolidar a Medicina de Emergência brasileira em âmbito nacional e internacional.


ABRAMEDE lamenta falecimento do colega cirurgião Dr. Marcelo Nunes

ABRAMEDE lamenta profundamente o falecimento do Dr. Marcelo Nunes, presidente da Unimed Paulistana, ocorrida na madrugada desta sexta-feira (3). Cirurgião vascular intensivista e emergencista, o Dr. Marcelo foi plantonista da UTI da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) por mais de 20 anos. Foi também responsável pela criação e coordenação da UTI do antigo Hospital Santa Helena, entidade em que atuou como diretor.

O presidente da ABRAMEDE, Dr. Hélio Penna Guimarães, considera uma grande perda a toda a classe médica. “Estamos muito comovidos. Infelizmente, neste momento de pandemia, mais do que nunca, os profissionais da saúde intensivistas e emergencistas estão correndo riscos diários no exercício da profissão, mas certamente não vamos desistir e honrar nossos colegas que enfrentam esta pandemia de frente!"


Homenagem da ABRAMEDE aos médicos que perderam suas vidas no combate ao COVID-19

De março a junho deste ano, 139 médicos de todo o Brasil perderam suas vidas em decorrência de infecção por Covid-19 no exercício da profissão. Médicos experientes que não se furtaram de sua vocação, colocando a vida dos pacientes em primeiro lugar e mantendo sua dedicação ao extremo tendo como custo suas próprias vidas.

A medicina é uma missão. Não somos heróis nem imortais. Somos profissionais com conhecimentos e qualificações que nos tornam fundamentais em momentos como este. Não esperamos tratamento diferenciado, nem reverências. Somos pessoas como as demais e deixamos nossas famílias apreensivas quando saímos de casa para nos dedicarmos ao bem estar de terceiros. Também somos humanos e sofremos e morremos das mesmas doenças.

A ABRAMEDE vem a público manifestar seu reconhecimento, admiração e enorme respeito aos colegas que nos deixaram, certos de que seus nomes e seus legados jamais serão esquecidos. É com enorme tristeza que listamos aqui os nomes dos colegas que perderam suas vidas no exercício da profissão, cumprindo sua missão de fazer o melhor para preservar vidas.

  • A lista é das mortes notificadas até a presente data (29.06.2020).

Pedro Di Marco da Cruza, 65 anos, cardiologista, Rio de Janeiro

Diamir Gomes, 74 anos, anestesiologista, Santos

Nelson Martins Schiavinatto, 80 anos, radiologista, Cianorte

Chiang Jeng Tyng, radiologista, São Paulo

Alberto Carlos Gamboggi Calastretti, 80 anos, cardiologista, São Paulo

Ricardo Antonio Piacenso, cardiologista, Rio de Janeiro

Paulo Fernando Moreira Palazzo, 56 anos, hematologista, São Paulo

José Manoel de Melo Gomes, anestesista, Rio de Janeiro

Maria Altamira de Oliveira, 71 anos, proctologista, Natal

Ana Cláudia Monteiro, 46 anos, oftalmologista, Divinópolis

Claudia Nogueira Cardoso, 56 anos, endocrinologista, Rio de Janeiro

João Batista Marangoni, 65 anos, pediatra, Rio de Janeiro

Adelia Maria Araujo de Almeida Oliveira, pediatra, São Paulo

Lúcia Dantas Abrantes, 66 anos, Iguatu

Luiz Augusto Chirighini Bicudo, 74 anos ortopedista, Santos

José Ruy de Alvarenga Sampaio, cirurgião, São Paulo

Jaime Takeo Matsumoto, ortopedista, São Paulo

Altamir Bindá, Pneumologista, Manaus

Antônio Tadeu Pinto da Fonseca, 66 anos, ortopedista, Rio Claro

Kátia Kohler, ginecologista, Santana do Parnaíba

Raimundo Ferreira Rodrigues, 75 anos, obstetra, Manaus

Antonio Tadeu Pinto da Fonseca, 66 anos, ortopedista, Rio Claro

Jorge Mauad Filho, ortopedista, Uberaba

Maria de Fátima Castelo Branco, 60 anos, João Pessoa

Ernane Avelar Fonseca, 72 anos, ortopedista, Belo Horizonte

Carlos Augusto Estorari, 48 anos, Parauapebas

Élio César Marson, 52 anos, cirurgião, Mossoró

Paulo Sergio Gonzales, 60 anos, Campinas

Astolfo Serra, Rio de Janeiro

Celso de Almeida Felício, 68 anos, cardiologista, Rio de Janeiro

Ricardo Vicente da Silva, pediatra, Jundiaí

Jayme de Oliveira Júnior, 52 anos, angiologista, Natal

Flávio Neves Lima, Castanhal

Frederic Jota S. Lima, São Paulo

Gilmar Calazans Lima, 55 anos, Ilhéus

Fernando Noburo Miyake, 56 anos, clínico geral, Santo André

Mauro Roberto dos Santos Guimarães

André Fernando Miyake, Santo André

Geraldo Gomes da Silva

Gastão Dias Junior, 51 anos, pediatra, Balneário Camboriú

Nagib Mutran Neto, 62 anos, médico cirurgião, Marabá

Elismar Almeida Amador, médico ortopedista e traumatologista, São Paulo

José Marcelino Nunes da Silva Júnior, médico do trabalho, Belém

Mário Tadashi Komeçu, ortopedista, São Paulo

Paulo Affonso Chamma, obstetra, Rio de Janeiro

Sergio Fagundes, cardiologista, Rio de Janeiro

Suzana Aparecida Vital, São Paulo

Celso de Almeida Felício, intensivista, Rio de Janeiro

Edson Yukinari Takeda, 55 anos, ortopedista, Mogi das Cruzes

Paulo Gonzales, 60 anos

Avelar Feitosa, ginecologista, Belém

Magna Sandra Gomes de Deus, 61 anos, ginecologista, Niterói

Justino José Lage Neto, anestesiologista - Rio de Janeiro

Luiz Sérgio Peixoto Herthal, Rio de Janeiro

Ana Maria Caldonceli Vidal Sartori, 48 anos, ginecologista, Rio de Janeiro

Edsneider Souza, 42 anos, Vassouras

Helena do Rosário Vieira

Paulo César da Silva Saraiva, 65 anos, ginecologista e obstetra, Rio de Janeiro

Rosa Maria Papaléo, 65 anos, anestesiologista e acupuntirista, Recife

Darlan Buíssa, 77 anos, pediatra, Rio de Janeiro

Fernando Freire, psiquiatra, São Luís

José Guilherme da Silva Tabosa

Maria da Graça Barra Valente

Maurício Barbosa Lima, endocrinologista, Rio de Janeiro

Sérgio Paulo Almeida Bueno de Camargo, 73 anos, cardiologista, São Paulo

Marsel Alencar Seabra, 63 anos, geriatra, Rio de Janeiro

Milton Luiz Ciappina, 72 anos, médico de saúde da família, Paraná

Rubens Esquenazi, infectologista, Rio de Janeiro

Aldir Blanc Mendes, 73 anos, Rio de Janeiro

Dennis Rollano Torres, 68 anos, cirurgião geral, Cotia

Gilberto Fonseca, anestesista, Rio de Janeiro

Maurício Naoto Saheki, 41 anos, infectologia, Rio de Janeiro

Marcio Rubens de Almeida Ribeiro

Raimundo Nonato Costa de Viveiros

Rodolfo Walter Garcia Arizmendi, 73 anos, Manaus

Claudio Antonio Figueiredo Reis

Ramon Pinto Lobo, 60 anos, clínico geral, Jequitinhonha

Solon Pereira Lopes Ferreira, de 61 anos, clínico geral, João Pessoa

Célia Bastos Pereira, radiologista, Rio de Janeiro

Flávio Rezende Dias, 83 anos, oftalmologista, Rio de Janeiro

Roberto Carvalho Lima

Alex Ribeiro Bello, 53 anos, Xinguara

Carlos Ronald Correia, Iguatu

Hugo Hurtado Valderrama, 63 anos, médico reumatologista, São Paulo

Manoel Amaral Maciel

Cliciane Fochesatto, Fonte Boa

Elivaldo Batista de Souza

Josefina Darwich Borges Leal

Osmar Seabra

Sergio Moreira, 68 anos, São Paulo

José Guilherme Henrique dos Santos

Ramon Barbosa, 43 anos, Jequié

Danilo David Santos, 33 anos, psiquiatra, Rio de Janeiro

Eliane Buarque de Freitas Machado, Maceió

Maria Amélia Fagundes de Macedo, 83 anos, Crato

Valdir Pedro Pereira, 60 anos, médico de família e comunidade, Mauá

Caroline Barros Patrocínio, 29 anos, pediatra, Rio de Janeiro

Carlos Marcos Buarque Gusmão, 56 anos, socorrista do Samu, Taboão da Serra

Claudio Sérgio Carvalho de Amorim, 69 anos, pediatra, Belém

Gilberta Bensabath, 95 anos, bacteriologista

Carlos Fernando Serizawa, clínico geral, Mauá

Jorge Puga Rebelo, cirurgião plástico, Belém

Marcos Paiva, 67 anos, clínico geral, João Pessoa

Raimundo Malcher Pinon, 72 anos, pediatra, Macapá

Thelmo Trilha Sym, 65 anos, ginecologista, Rio de Janeiro

Agostinho Hermes de Miranda Neto, clínico geral, Belém

Benício Nunez, 61 anos, Dourados

Victor Luiz Bom, radiologista, Rio de Janeiro

José Virgílio Ornellas de Freitas, clínico geral, Cabo Frio

Luis Alberto Beleiro Barreiro, angiologista, Rio de Janeiro

Homero Rodrigues, 49 anos, ortopedista, Cabo de Santo Agostinho

Oriel Brilhante Oliveira, ortopedista, João Pessoa

Pasquale Francisco Giglio, urologista, Rio de Janeiro

Eduardo Vidoso, 68 anos, São Gonçalo

Fernando Jordão de Souza, urologista

José Ronaldo Menezes, 60 anos, Goiânia

Orlando Damascena, 71 anos, ginecologista, João Pessoa

Otávio Roberto da Silva e Silva, 53 anos, socorrista do Samu, Santana

Antonio Mateus Ferreira, Rio de Janeiro

Iasmin de Albuquerque Cavalcanti Duarete, 62 anos, pediatra, Maceió

Paulo Sampaio, 74 anos, São Gonçalo

Augusto César Senna de Almeida, 58 anos, São Gonçalo

João Batista Medeiros Costa, 65 anos, Natal

Emivaldo Soares Martins, 63 anos, ginecologista e obstetra, Goiânia

Valeria Calife, Natal

José Henrique Mello de Freitas, 56 anos, ginecologista e obstetra, Piracicaba

Enéas Andrade da Cunha, 74 anos, pediatra, Franca

Rafael Mussiello, 77 anos, ginecologista e obstetra, Vitoria

João Angelim, 78 anos, urologista, Rio Branco

Marden Washington Pires Cavalcante, ortopedista, Maceió

Dálvaro Borges Carneiro Junior, 64 anos, cardiologista, Presidente Prudente

Renato Menezes, 69 anos, ortopedista, São Paulo

Miguel Tavares, 51 anos, Recife

Clóvis Gorski, 72 anos, cirurgião, Guarapuava

Edilson Dias Leão, 55 anos, pediatra, Imperatriz

Tereza Aparecida Matos, São Paulo

Oswald Carvalho, 77 anos, pediatra, São Paulo

Rogelio Alonso Campuzano Cachaya, 45 anos, cirurgião, Tabatinga


Seminário Online de Medicina Retomada
pós pandemia

Com transmissão ao vivo, O Seminário Online de Medicina | Retomada pós pandemia, será realizado às 19h entre os dias 29/06 e 03/07.

Serão cinco dias com duas aulas e um debate em cada dia com a participação dos nossos principais autores.
A intenção é oferecer conteúdo atualizado para médicos e movimentar nosso catálogo de produtos. O evento terá uma taxa de inscrição de até R$100,00 e os participantes poderão reverter 100% desse valor para compras no site do GEN.

O Dr. Hélio Penna Guimarães realizará a aula de encerramento do evento, no dia 03/07 (sexta feira) às 19h30 sobre Atendimento de emergência: o legado da Covid-19 para o treinamento.

A ABRAMEDE é apoiadora do evento e possui inscrições cortesias para o acesso.

Para se beneficiar, o associado adimplente deverá enviar um email para secretaria@abramede.com.br

Serão contemplados os primeiros 15 associados que entrarem em contato conforme acima e que estiverem com sua anuidade paga.

Maiores informações através do site: https://www.grupogen.com.br/seminario-online-de-medicina-retomada-pos-pandemia


Justiça assegura que ABRAMEDE é legítima representante dos médicos emergencistas do Brasil

O Tribunal de Justiça de São Paulo ratificou perante a comunidade médica que a ABRAMEDE é a legítima representante dos emergencistas no Brasil. Em decisão da 2ª Câmara de Direito Privado, dia 23 de junho, foi negado o recurso movido por outra associação que buscava desqualificar o processo encaminhado junto à Associação Médica Brasileira, após decisão desfavorável no certame realizado para credenciamento.

A decisão do TJSP referenda que o médico emergencista brasileiro é representado pela Associação Brasileira de Medicina de Emergência – ABRAMEDE. Conforme posto pelo advogado da ABRAMEDE, Luiz Henrique Prescendo, e ratificado pelo desembargador, Giffone Ferreira, não houve ilegalidade, já que as duas entidades participaram de todas as fases de credenciamento sem qualquer objeção e foram submetidas à votação vencida pela ABRAMEDE.

O desembargador entendeu que a publicação do edital e a seleção foram efetuadas de acordo com as normas vigentes, não tendo ocorrido desigualdade entre as entidades inscritas no processo seletivo, tendo em vista que a outra associação concordou com os termos do edital, participou de todo o processo na reunião com o Conselho Científico, em que fez sua apresentação e seguiu-se a votação, com resultado de 17 votos para a vencedora e 15 votos para a requerente. O recurso só foi interposto pela outra associação após o resultado lhe ser desfavorável, levando a entidade a apresentar uma apelação movida simplesmente por insatisfação.

De acordo com o advogado, Luiz Henrique Prescendo, a decisão consolida a ABRAMEDE no âmbito nacional e é uma conquista dos médicos emergencistas. Para o presidente da ABRAMEDE, Hélio Penna Guimarães, o reconhecimento é de extrema importância. “Esta vitória não deixa dúvidas de que a ABRAMEDE é a única sociedade de especialidade do Brasil que confere o título de especialidade de emergência”.


Confirmada a Realização da Prova de Título de Especialista em Medicina de Emergência

A ABRAMEDE, única Associação que pode titular os emergencistas no Brasil, confirma a realização da Prova de Título de Especialista em Medicina de Emergência neste ano!

As inscrições foram prorrogadas até o dia 05 de outubro e a prova será realizada no dia 05 de dezembro de 2020.
O aditivo, bem como o anexo III atualizado constam em nosso site: http://abramede.com.br/edital-da-prova-de-titulo-2020/

Dúvidas deverão ser enviadas por email: titulo@abramede.com.br